Header Ads

Seo Services

STAR TREK: STRANGE NEW WORLDS - DESTA VEZ PARECE QUE ACERTARAM! PRIMEIRAS IMPREESSÕES!

 Pensei bastante antes de escrever a chamada para esta matéria e não consegui chegar a uma que realmente gostasse. Resolvi então colocar o que mais me chamou a atenção:  é incrível que em apenas um episódio, STAR TREK: STRANGE NEW WOLDS, tenha conseguido o que DISCOVERY não conseguiu em quatro temporadas!!!





Mas, afinal do que estamos falando? Estamos falando em conseguir estabelecer um 'link' sólido com as séries anteriores da franquia, em especial com a tripulação original...Claro que "Strange New Worlds" tem a vantagem de trabalhar com personagens que são da série original e Discovery só pode trabalhar com referências...porém, a equipe criativa de Discovery poderia ter feito algo diferente. Fica até difícil imaginar que a nova série é um spinoff dela! 


O primeiro ponto a favor de SNW (vou abreviar, ok? Fica ruim escrever toda hora o nome...) é criar simpatia do publico com os personagens centrais. E não me refiro somente ao Capitão Pike, que já conquistou o publico quando apareceu na série Discovery (a ponto de gerar sua própria série), mas aos demais personagens que na série original mal apareciam...


Desde o primeiro episódio Discovery tentou criar empatia entre o publico e a personagem Burnham, sem nenhum  sucesso. O publico se identificou mais com o Capitão Lorca, com a Capitã Georgiou (nas duas versões) e com o Capitão Pike, do que com a protagonista! Um erro a meu ver, foi centralizar demais a história em Burnham, (quase)esquecendo o resto do elenco. O resultado é que personagens como Sr. Saru  meio que roubam a cena, mesmo com cenas reduzidas...


Ao que parece os produtores aprenderam a lição e fazem diferente em SNW. Claro, que Pike é o centro da ação, porém há menos centralização. O episódio já começa com a exposição dos sérios problemas enfrentados por Pike depois de ter seu futuro revelado. Mas, não qualquer coisa do futuro, mas especificamente sua morte ou a morte do que ele é agora...Lembrar isto durante diferentes partes do episódio acaba ligando a nova série a Discovery de uma forma mais sutil e eficiente...




Na introdução dos diversos personagens também houve bastante cuidado, principalmente para não 'esbarrar' em algo canônico. Talvez alguns estranhem um pouco Spock, que tem uma atitude bem mais 'humana' do que na série original. Mas, aqueles que assistiram ao piloto da série rejeitado "A Jaula", sabem que Spock era diferente do que vimos em Star Trek de 1966. 




A introdução de Uhura como 'cadete prodígio', também é interessante. Embora ela apareça pouco, a atriz consegue deixar sua marca e acaba mostrando uma personagem mais dinâmica do que a original. 






Temos também a enfermeira Chapel. Na série original ela era apenas uma garota interessada no indiferente Spock. Na nova série, apesar do interesse poder aparecer (e o trailer meio que confirma isto), ela é uma personagem mais dinâmica, divertida e criativa. Não fica na enfermaria apenas passando instrumentos para o Doutor, ela é uma especialista em genética, que tem uma mente rápida e é um tanto atrevida...




Uma personagem nova (e que me surpreendeu) é La'an Noonien-Singh, interpretada por Christina Chong. Ela entra no episódio porque a Numero Um (Una) desapareceu durante um primeiro contato com um novo mundo e ela a substitui em sua designação para Chefe de Segurança. É uma personagem seca e sem habilidades sociais, mas é dinâmica, rápida, boa em combate e toma decisões em fração de segundos. Os mais atentos devem ter reconhecido o sobrenome da personagem, ela é uma parente de Khan. Este personagem aparece na série original e também no segundo filme do cinema...como vilão! 





Um outro acerto da série foi não criar "a ameaça da temporada", ou seja, os episódios serão individuais e completos, salvo algum capitulo duplo que possa vir a ser filmado...Este primeiro episódio também dá uma versão para a origem da introdução da série original: "Espaço. A Fronteira Final...". Não vou dizer qual é para que aqueles que ainda não assistiram, não desenvolvam o desejo de me assassinar...




A história do episódio em si nos remete a fase de "Star Trek: Nova Geração". Una, a imediato de Pike, parte em uma missão com dois cientistas a um planeta desconhecido (ainda não cartografado pela Frota), mas algo dá errado e o grupo desaparece. Pike, que está com problemas em lidar com sua visão do futuro, procrastina seu retorno ao espaço. Sua desculpa são os reparos na Enterprise...




Diante do desaparecimento de Una, ele é obrigado (literalmente) a sair de sua 'toca' e voltar a Enterprise. O episódio então aproveita para nos dar uma breve apresentação dos personagens que passaremos a acompanhar. Vou pular as partes iniciais da história, para não estragar nada. Mas, ao chegar ao planeta eles são recebidos por três torpedos fotônicos, o que é incompatível com o nível tecnológico daquela civilização. 


Timoneira


A explicação do súbito avanço tecnológico daquele planeta, mostra o quão comprometidos os roteiristas estão em localizar a série dentro da franquia, incluindo ai Star Trek Discovery. Ou seja, a nova série acaba ajudando a 'encaixar' a Discovery dentro do 'cânon trek'. A solução de Pike para resolver o problema causado aquela civilização é muito inteligente e totalmente contrária a regra da Frota de não interferência em novas culturas. Coisa que Kirk fazia o tempo todo na série original! De quebra ainda temos a origem da 'Primeira Diretriz' e a explicação de como nosso planeta chegou a se tornar pacifico e criar não só a Frota como a Federação de Planetas.


Engenheiro


Logo no inicio do episódio, Pike leva os fãs da franquia ao delírio quando é informado por Spock que o oficial tenente indicado por ele só chegaria mais tarde...um certo Tenente Kirk!! Mas, cuidado! Pode ter uma 'pegadinha' ai....




Enfim, o primeiro episódio "Novos Mundos" promete e muito para a série. Ele tem um pouco de 'modernismo' e um pouco do 'padrão' do passado. Se os roteiros continuarem sendo escritos como este primeiro, teremos finalmente um retorno ao que os fãs querem: ao 'espirito' da franquia Star Trek...




Colocamos abaixo o trailer da primeira temporada, para que sintam um 'gostinho'...








Nenhum comentário