Header Ads

Seo Services

[Opinião] "Godzilla Vs Kong" mostra que a industria do entretenimento está voltando, e isso é muito bom!! Entendam por que.

 


 Depois de um ano terrível para todos, que abalou países e empresas mundo afora, que paralisou atividades de todos os tipos, com a chegada das vacinas e suas operações de vacinação na população, há mudanças começando. São tímidas, sabemos, mas começam a acontecer.

E uma dessas mudanças é a volta ao funcionamento dos cinemas onde a vacinação está em ritmo mais forte, como em parte da Europa, Oceania e, principalmente, EUA.

Essa volta, aliada a campanhas de marketing agressivas de empresas como WarnerMedia, parecem que começaram a florescer timidamente o lançamento de produções chamados blockbusters, como é o caso de "Godzilla Vs Kong".

Os resultados em arrecadação nos cinemas da Oceania e do Oriente, particularmente a China, um mercado muito rentável cinematograficamente falando, e a estreia nos EUA neste último feriado prolongado, onde foi o melhor filme em estreia deste "Sonic", lançado no início do ano passado, antes do fechamento dos cinemas, e que arrecadou até agora mais de US$ 283 milhões mundiais, mostra que os cinemas estão retornando aos poucos, longe ainda da antiga glória, mas retornando.

Isso é muito bom, considerando que teremos grandes produções marcadas para serem lançadas este semestre ainda, e principalmente no próximo, onde teremos por exemplo, "Mortal Kombat", "Viúva Negra", "Cruella", "Duna", "Homem Aranha 3", "Shang Chi e a lenda dos 10 anéis" e outros que, por receio dos estúdios, esperavam o momento certo para lançarem seus produtos no cinema. Lembrem que alguns ainda serão lançados em streaming simultaneamente, como "Viuva Negra" e "Mortal Kombat", mas nos mercados onde ainda a vacinação não contemplou uma grande parte da população - Sorry, Brasil - e que precisam disputar assim com os cinemas.

O exemplo do filme do embate entre o Largatão e o Gorilão mostrou a todos que, mesmo o streaming, que teve resultados grandiosos para a HBO Max, segundo estimativas, não é nem de longe o maior premio deste confronto glorioso... 

O maior prêmio foi mostrar que a indústria do entretenimento saiu do pulmão artificial, foi embora da UTI e foi a luta, cambaleante, mas foi. E o futuro parece que será, pelo menos mais brilhante que os sombrios tempos de 2020.

Obrigado, Godzilla e Kong!! Sua luta valeu a pena!!!

Como deve ser.

E tenho dito.

Nenhum comentário