Header Ads

Seo Services

"ARMY OF ONE" - ESQUEÇA AS DONZELAS EM PERIGO QUE SEMPRE TROPEÇAVAM E CAIAM!!!!(TRAILER EXCLUSIVO)



Não faz muito tempo os filmes de ação se ,limitavam a homens do tipo troglodita, que baixavam o braço em todos os bandidos e matavam sem piedade. Alguns chamavam de "filme testosterona". Mas, agora os tempos são outros, as mulheres cansaram de estar sempre em perigo e resolveram partir para luta! "ARMY OF ONE" é uma prova disto! 



O "Exército em um só" (Army of One) será estrelado pela belíssima Ellen Holmann, que já esteve em "LOVE AND MONSTERS", "SPARTACUS" e estará em "MATRIX 4". E você poderá assistir ao trailer que temos em exclusividade a seguir. Apesar de estar sem legendas, dá para entender tranquilamente o "espirito da coisa"...




A história não poderia ser mais comum dentro do cinema testosterona, ou outro nome que receber agora:  Brenner Baker (Hollman) esta fazendo uma caminhada com seu marido e chegam a uma cabana (cabanas isoladas são sempre sinônimo de problemas). Lá se deparam com armas e substâncias ilegais. 


O marido de Brenner até pensa rápido e tenta sair, mas tarde demais os dois foram encontrados pelos donos do material. Como se trata de um filme de vingança rápida e violenta, algo terrível teria de acontecer. Os bandidos espancam o marido, para que fale como descobriram o local e se alguém mais sabe. 


Como concluíram que eles haviam chegado ali por acidente, resolvem liquidar o assunto literalmente! Matam o marido na frente de Brenner e deixam a garota em um buraco para morrer. Erro clássico em filmes do tipo! Se voce precisa matar alguém, mate logo sem conversa e de preferência verifique se matou...


Bem eles não fizeram isto. Resultado: Brenner sobrevive! O problema que ela é Tenente das Forças Especiais da 75ª Divisão de Rangers do Exército. Em outras palavras: ela é um exército em uma mulher!! E claro que agora vai matar um por um, deixando para o final a chefe dos traficantes..


O filme estará disponível em 15 de dezembro, é dirigido e co-escrito por Stephen Durham 





Nenhum comentário