Header Ads

Seo Services

No Universo Marvel heróis se juntam contra alguma ameaça o tempo todo, mas nem sempre isso resulta em uma equipe, e mesmo quando isso acontece muitas não duram mais do que alguns meses. Porém, uma destas teve algo importante, algum elemento que a diferenciou das demais e fez seus membros tornarem-se os “Heróis Mais Poderosos da Terra”. Conheça como cinco estranhos heróis deram origem ao mais importante grupo da editora em Avengers: The Origin.

Avengers: The Origin (Vingadores: A Origem) será uma mini-série em cinco edições escrita por Joe Casey (X-Men, Superman) e desenhada por Phil Noto na qual os leitores saberão porque a reunião de Thor, Homem de Ferro, Hulk, Homem-Formiga e Vespa não resultou em mais uma equipe temporária e sim nos Poderosos Vingadores.

Uma das principais coisas que as pessoas esquecem, disse Casey em entrevista ao Comic Book Resources, (…) é que estes heróis eram totalmente estranhos quando apareceram. Eles não era os escoteiros de queixo quadrado que o mundo poderia acolher e confiar imediatamente. Não! Estes caras poderiam ser vilões quando surgiram pela primeira vez. Aliás, alguns deles eram“.

O autor ainda disse que a mini-série terá como foco a origem da equipe e que Apesar de ter Avengers #1 como ponto de partida, Vingadores: A Origem irá muito além da edição de 1963. “A espinha dorsal da história original permanecerá completamente intacta“, disse ele. “O tema é o mesmo de toda história de origem: como a lenda começou“.

Sobre os personagens coadjuvantes, Casey explicou que não haverá um grande elenco de suporte, porém ele dará bastante ênfase a um grupo quase esquecido dos leitores veteranos (dentre os quais eu me incluo) e sequer conhecido pelos mais novos: a Brigada Juvenil, um grupo de adolescentes especialistas em rádio-amador que foi reunido por Rick Jones para que ele conseguissem localizar o Hulk e avisar e ajudar as pessoas que estivessem na trilha de destruição do monstro.

Casey já havia feito trabalho semelhante em Earth’s Mightest Heroes e Earth’s Mightest Heroes II (no Brasil, Vingadores Anual nº1 e nº2, respectivamente, ed. Panini, 2006 e 2007), porém investirá mais uma vez no mesmo tema com a esperança de que possa acrescentar algo de novo a ele. “Olho para as duas primeiras série de Earth’s Mightest Heroes e vejo muitos pedaços que eu poderia fazer melhor“, disse.

Vamos lá! Todo mundo sabe que eu não gosto de Vingadores e todo esse hype ao redor do grupo está fazendo eu me afastar da Marvel cada vez mais depressa. No entanto, sei que há muitos leitores que adoram a equipe e por isso não vou ficar atacando gratuitamente o título.

Porém, sejamos sinceros, essa história de Ano Um, Dia Um, Origem, seja dos Vingadores, X-Men, Batman, Superman, Homem-Aranha ou de qualquer outro herói já se tornou repetição. Uma fórmula extremamente batida que só serve para deixar a cronologia ainda mais complicada e obrigar os leitores a acompanharem a nova origem sob o risco de terem seu conhecimento sobre o personagem incompleto se não o fizerem. E no caso do Casey, ele já visitou os primórdios da mesma equipe duas vezes! Fãs dos Vingadores, respondam: essa série é mesmo necessária?

Nenhum comentário