Header Ads

Seo Services

Diretor Joe Johnston: Lobisomen e Capitão América


CAPITÃO AMÉRICA EXCLUSIVO: Uma Questão / Uma Resposta com o diretor Joe Johnston

O editor Ed Gross (CBM) pede ao diretor Joe Johnston de Capitão América uma pergunta sobre a produção. E as diferenças entre dirigir Lobisomen e Capitão América.

JOE JOHNSTON:

Para entender completamente a experiência de CAPITÃO AMÉRICA, eu tenho que ficar me lembrando que eu tinha acabado de sair de outra produção no Reino Unido, Lobisomen. As duas experiências não poderiam ter sido mais diferentes, de fato, em muitos aspectos (certamente não todos) eram pólos opostos.

Eu tinha três semanas de preparação em Lobisomen, e um tempo muito curto para tentar juntar as peças fragmentadas e dispersas da produção. Além disso eu tinha um problema de fluxo de caixa, a única vez em minha carreira que eu deixei as finanças falarem mais alto em meu processo de decisão.

O dinheiro é sempre o motivo errado para se fazer algo que exige dedicação apaixonada. A produção foi um navio de encontro a uma tempestade e repleta de decisões ruins, brigas internas, a relutância dos produtores de assumir suas responsabilidades, e gente demais sem qualificação dando palpite.

A notícia boa e a notícia ruim de se dirigir um filme é que quando dá certo você tem todo o mérito, e quando isso não funciona a culpa é toda sua. Ambos os cenários são injustos.

Assumo total responsabilidade por Lobisomen, embora todo um processo levou ao fracasso do filme.

Havia aspectos maravilhosos em Lobisomen. Eu herdei uma equipe que foi a melhor de minha experiência como diretor, incluindo um primeiro assistente de direção, que sem ele eu não poderia ter começado as filmagens nas duas primeiras semanas. Eu tive o imenso prazer de trabalhar com um elenco que era tão diversificado e variado quanto poderia ser. Eu redescobri tudo o que eu amo em Londres e seus arredores, e eu fiz alguns amigos ao longo da vida, dentro e fora da equipe.


CAPITÃO AMÉRICA:

Eu tive 30 semanas de preparação para o filme . Eu tenho uma pequena equipe de funcionários qualificados de apoio, produtores criativos que realmente me ajudaram a conseguir a minha visão do filme. Tive um elenco dos sonhos encabeçado por Chris Evans.

Tinha os melhores designers, artistas, escultores, artesãos ... uma equipe criativa que pode projetar, construir e fotografar qualquer coisa dando uma visão surpreendente e bela. Tivemos uma sorte incrível com o tempo onde nós filmamos na Inglaterra. O tempo estava tão bom que fomos obrigados a fazer chover por um par de sequências. Às vezes eu sentia como se os deuses estavam dizendo: "Aham, desculpe por Lobisomen ... vamos fazer isso por você."

Capitão América foi provavelmente a experiência mais positiva que tive neste louco negócio.


Matéria: ComicBookMovies

Nenhum comentário